M.MachadoO Tribunal Criminal de Loures fixou esta quarta-feira, em 10 anos o cúmulo jurídico das penas de prisão aplicadas a Mário Machado, antigo dirigente da Frente Nacional e líder dos Hammerskins Portugal, movimento conotado com a extrema-direita.

O cúmulo jurídico foi fixado com base numa soma parcelar de 19 anos e meio, pelas condenações em quatro processos, o último dos quais julgado pelo Tribunal Criminal de Loures, em 2010.

Em meados de agosto desse ano, o tribunal de Loures condenou Mário Machado a sete anos e dois meses de prisão efetiva por roubo, sequestro, coação e posse ilegal de arma.

Em março de 2011, o Tribunal da Relação de Lisboa decidiu absolver Mário Machado pela prática de dois crimes de coação, pelo que a condenação foi reduzida em quatro meses, fixando a pena em seis anos e 10 meses.

MIGUEL A. LOPES/LUSA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui