Religiosos e cientistas entraram em conflito por conta de — mais uma — teoria do fim do mundo. O primeiro grupo acredita que, entre 22 e 28 de setembro deste ano, a Terra será destruída por um asteróide como forma de “castigo divino”. Especialistas da NASA, porém, desmentem a teoria.

De acordo com os teóricos bíblicos, haverá no período citado um evento que “marcará o início de sete anos de angústias para o ser humano”. O asteróide seria o início desse evento, dizimando de uma vez boa parte da raça humana — os descrentes, no caso.

A questão, porém, é que a NASA afirma ter sistemas de deteção de asteróides completamente modernos e de alta capacidade. A agência espacial dos Estados Unidos, inclusive, afirma que “em centenas de anos não existem objetos tão grandes chegando próximos à Terra”.

Há ainda o fato de que asteróides, quando entram em contacto com nossa atmosfera, costumam ser destruídos por conta do forte aquecimento. Ou seja, ele teria que ser extremamente agressivo para seguir a teoria à risca. Os religiosos, porém, não desistem e se preparam para o pior no final de setembro.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.