Os portugueses aderiram em massa ao apelo feito por Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP e percorreram, este sábado, as principais ruas de Lisboa e do Porto, em marcha contra a exploração e o empobrecimento, fazendo ouvir a voz da revolta.
Mário Tavares - iPressGlobal-776Milhares de pessoas atravessaram a pé a ponte do Infante, no Porto, em protesto contra as medidas de austeridade anunciadas pelo governo. A marcha partiu de Vila Nova de Gaia, local onde se organizaram os manifestantes vindos de diversos distritos do norte. Perto de uma centena de autocarros vieram de Aveiro, Vila Real, Braga e Bragança trazendo à manifestação o reforço de uma insatisfação crescente, que se tem vindo a sentir por todo o país contra as medidas do estado.

João Torres, coordenador da União Geral de Sindicatos do Porto, discursou durante largos minutos, na Avenida dos Aliados, perante um imensidão de gente que exigia a demissão do Governo e a realização de eleições antecipadas.

Ao mesmo tempo em Lisboa e após a travessia, em autocarro, da ponte 25 de Abril, Arménio Carlos mostrava-se claramente satisfeito com o resultado da manifestação, afirmando: “Fizemos provavelmente uma das lutas mais intensas, vibrantes e determinadas do Movimento sindical dos trabalhadores portugueses”.

Durante o seu discurso solicitou a Cavaco Silva que impedisse a progressão do orçamento proposto, ao declarar:“ O Presidente da República não pode deixar passar o orçamento de estado que é contra o país e que é contra o povo português”. Segundo Arménio Carlos, este é um orçamento inconstitucional, que tem de ser travado em nome da dignidade dos portugueses.

No final do seu discurso apelou à continuação da luta contra o empobrecimento dos cidadãos, desafiando todos os portugueses a estarem presentes em frente à Assembleia da República, no dia 1 de Novembro, pelas 10 horas, para mais uma vez mostrarem a sua insatisfação em relação à proposta do orçamento para 2014 e exigirem a demissão do governo.

Mário Tavares - iPressGlobal-789

TEXTO: MARA PEREIRA - iPressGlobal
FOTOS: MÁRIO TAVARES - iPressGlobal
mario.tavares@ipressglobal.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui