foto: Jim Lo Scalzo / EPA

Fontes europeias informaram que “o presidente do Conselho Europeu convidou os Estados Unidos para uma cimeira virtual e uma presencial na primeira metade de 2021”, abrangendo então a liderança portuguesa rotativa da UE.

O objetivo é que o encontro presencial coincida, também, com a ida de Joe Biden à sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), estando a UE em “contacto próximo com o secretário-geral da NATO para verificar como podem organizar uma visita comum”.

As informações foram divulgadas no dia em que os embaixadores dos 27 Estados-membros se reúnem para discutir as relações da UE com os Estados Unidos, especificando as fontes diplomáticas que neste debate, que servirá de preparação para o próximo Conselho Europeu.

Em causa estão questões como a pandemia de covid-19, a recuperação económica, o combate às alterações climáticas, o reforço do multilateralismo e dos valores comuns transatlânticos e a promoção da paz e da segurança em ambos os blocos.

Na passada segunda-feira, o gabinete de Charles Michel informou que o presidente do Conselho Europeu convidara o Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, para uma reunião em Bruxelas com os líderes europeus em 2021, para relançar a parceria transatlântica.

Em comunicado divulgado nessa altura, o porta-voz do presidente do Conselho Europeu informou que Charles Michel teve uma conversa telefónica com Biden, na qual o “felicitou pela sua eleição como 46º Presidente dos Estados Unidos e a Kamala Harris como futura vice-presidente”.

“Durante a chamada, o presidente propôs a reconstrução de uma forte aliança transatlântica, baseada nos interesses comuns e valores partilhados”, apontou o porta-voz, acrescentando que Charles Michel “saudou o forte compromisso do Presidente eleito Biden para com os aliados da América e o seu apoio à cooperação europeia”.

Sublinhando que “a UE está pronta a enfrentar juntamente com os Estados Unidos os grandes desafios de hoje”, o comunicado dava então conta que Charles Michel “convidou o Presidente eleito para uma reunião especial com os membros do Conselho Europeu, em Bruxelas, em 2021, para uma discussão sobre as prioridades partilhadas”.

Caso Biden aceite o convite, a sua primeira deslocação à Europa com Presidente dos Estados Unidos poderá assim ocorrer durante a presidência portuguesa da UE, no primeiro semestre do próximo ano.

O novo Presidente dos Estados Unidos toma posse a 20 de janeiro de 2021.

ZAP // Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui