foto: WorldSBK

Apesar de utilizar apenas meio dia nos de testes, Jonathan Rea liderou as tabelas de tempos à frente do companheiro de equipe Alex Lowes quando os testes em Jerez chegaram ao fim.

O teste de dois dias para o MOTUL FIM Superbike World Championship chegou ao fim na quinta-feira com o hexacampeão Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK) a liderar as tabelas de tempos como o único piloto a rodar em 1m38s nos dois dias. Apenas três pilotos de SBK entraram na pista, pois a equipe HRC optou por não testar no último dia.

Optando por não testar na quarta-feira, Rea também só foi para a pista por volta das 13h00 locais de ontem quinta-feira, para completar meio dia de testes, mas isso não o impediu de ir direto para o topo da tabela de tempos com 1m38,851seg. Rea conseguiu ainda assim completar 61 voltas, rodando mais rápido que o seu companheiro de equipa Alex Lowes cerca de 1,4 segundos.

Lowes testou na quarta-feira focando a frente de sua  Kawasaki ZX-10RR para no dia seguinte  quinta-feira, se focar na traseira, procurando também melhorar a saída de curva. Lowes completou 59 voltas e registou como melhor tempo  1m40,266s. Tanto Rea quanto Lowes puderam testar o novo pneu SCQ da Pirelli para 2022 durante a ação de quinta-feira.

Lucas Mahias (Kawasaki Puccetti Racing) foi o terceiro piloto da Kawasaki em pista,  testando apenas na quinta-feira, pois o francês continua a recuperar de uma lesão no escafoide que o forçou a terminar mais cedo  do final da temporada de 2021. Mahias testou alguns  componentes novos na sua moto, assim como  atualizações na caixa de velocidades, na  aerodinâmica e uma nova suspensão Öhlins em Jerez que a Kawasaki Puccetti avalia neste momento . Completou 64 voltas com o melhor tempo de volta de 1m40,542s.

Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK): “A posição não importa muito nesta altura do ano, mas é muito bom voltar à moto. Senti-me bem na moto e muito rápido, mas fisicamente não tão bem depois de muitas férias, cervejas e pizzas em casa. Desde antes do Natal que faço o meu programa de treinos com o meu treinador e aqui senti-me muito melhor na moto. Já fizemos uma simulação de corrida, não por qualquer motivo especial, mas mais porque temos algumas peças novas na moto que precisamos testar nas simulações de corrida. Estava relutante em as fazer mas quando terminamos, senti-me bem. Testamos alguns peças novas para o chassi, a Pirelli trouxe um novo modelo  de pneu para testarmos aqui também e alguns componentes electrónicos. Mas marcamos caixas com as peças que testamos em dezembro. Claro, precisamos testar novamente noutra pista. Basicamente, uma semana de folga e depois estaremos em Portimão no início de fevereiro. Ansioso para ir lá e ver como a versão 22 da nossa ZZ-10RR funciona lá.”

A equipa Honda com dois rookies no  Iker Lecuona e Xavi Vierge  (Team HRC) continuam a adaptação ao novo ambiente.

Xavi Vierge  (Team HRC):“Estamos a testar muitas coisas no lado da electrónica e na configuração, tentando testar coisas diferentes para entender a moto. Além disso, temos um novo tipo de pneus. É positivo. Estamos a caminhar na direção certa. Estou feliz com a nossa adaptação. Quatro dias em Jerez, é uma pista que conheço bem, por isso é uma boa pista para começar na nova categoria, o nosso ritmo já é bastante rápido. Preciso de mais  com os pneus novos, são completamente diferentes e funcionam de maneira diferente. Quando colocamos um novo pneu, precisamos de muitas voltas até que o pneu comece a funcionar bem este aqui é ao contrário. Quando o pomos temos muita aderência e precisamos de a aproveitar para fazer uma volta rápida,  estamos trabalhando nisso.”

TUULI NO TOPO do WorldSSP

O finlandês Niki Tuuli (MV Agusta Reparto Corse) terminou o dia no topo da categoria WorldSSP depois de completar 45 voltas. Rodando com a moto antiga mas com um novo motor híbrido, o finlandês registou como  melhor tempo por volta 1m42,341seg.  sendo o único piloto de testes nos dois dias da MV Agusta em pista. Foi acompanhado na quarta-feira  e parte da quinta-feira pelo pentacampeão Kenan Sofuoglu depois do seu  sobrinho, Bahattin Sofuoglu, testar positivo à COVID-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui