foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

O WSBK chegam ao Circuito San Juan Villicum na Argentina sob o impressionante cenário dos Andes.  Com apenas três provas e nove corridas pela frente, a tensão e a pressão aumentam e os erros são cada vez menos admissíveis para as cinco marcas envolvidas.

Alvaro Bautista (Aruba.it Racing – Ducati): “Partimos de uma posição pior do que os outros… não sei o que esperar”

“Tenho boas lembranças de três anos atrás, quando venci minha primeira corrida aqui em San Juan, mas agora é diferente porque já passou muito tempo desde então. Este fim-de-semana será muito importante temos de estar muito concentrados, especialmente na sexta-feira, pois partimos de uma posição pior do que os outros pilotos; precisamos de recuperar a referência desta pista e trabalhar mais, para que possamos ter um bom desempenho o mais rápido possível. Há três anos atrás, estava muito rápido no sábado, mas tive alguns problemas no domingo, assim, sinceramente, não sei o que esperar. No ano passado, o Scott foi muito rápido. Se conseguirmos chegar ao mesmo rendimento das  últimas corridas, podemos ser competitivos. Estou a gostar muito da moto e gostava de ter mais corridas! De qualquer forma, temos três fins de semana e nove corridas,  vou tentar aproveitar todas, dar o meu melhor e depois veremos. Prefiro ir treino a treino, corrida a corrida, aproveitar cada momento e depois, depois da última corrida da temporada, veremos como está nossa posição.”

Toprak Razgatlioglu (Pata Yamaha with Brixx WorldSBK): Todos os anos, subi ao pódio aqui… este ano, vou tentar as três vitórias!”

“Estou muito feliz por estar de volta à Argentina; Amo esta pista. Em 2018, 2019 e 2021… todos os anos, subi ao pódio! Além disso, no ano passado, ganhei duas vitórias e fiz uma P3. Este ano, vou tentar as três vitórias! Somos muito fortes; Jonny também é muito forte, mas na longa reta a Ducati terá vantagem. Veremos nas corridas, vamos continuar a lutar. Acho que a melhor pista será na Indonésia, pois não há longas retas. No entanto, é importante estarmos focados nesta corrida e neste fim de semana.”

Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK): “Demos um passo à frente, mas ainda não foi o suficiente… vamos arregaçar as mangas!”

“Nunca estamos fora do campeonato até que este termine, mas estou muito longe neste momento, apenas penso em maximizar as oportunidades e tentar ser competitivo. Quero estar no pódio, mas também quero lutar por vitórias. Portimão foi um fim-de-semana em que ambicionámos muito ganhar lá uma corrida. Não podemos ser muito duros connosco porque sinto que realmente demos um passo à frente, mas não o suficiente. O Álvaro e o  Toprak estão incrivelmente fortes, assim como as suas equipas. Cabe-nos tentar encurtar esse déficit. Ninguém merece ganhar no WorldSBK, para ganhar tem de se trabalhar para isso. É o que faremos. Vamos arregaçar as mangas, tentar afinar a moto para podermos competir com eles.”

Scott Redding (BMW Motorrad WorldSBK Team): “Podemos mudar radicalmente a moto”

“A super concessão significa que  podemos mudar radicalmente aa moto. O que mudaríamos, não sei neste momento. Há áreas que eu gostaria de mudar muitas coisas, mas temos apenas uma oportunidade. É preciso ter certeza do que é o correto para o motor, para o chassi, para a aerodinâmica… precisamos de verificar. Neste momento, estamos apenas a trabalhar para encontrar a direção certa, para sermos competitivos  no próximo ano.”

Xavi Vierge (Team HRC): “No próximo ano, teremos muitas novidades e peças novas”

“É uma pista difícil porque tem de tudo. O primeiro setor que tem uma rápida mudança de direção e curvas bastante rápidas, depois vem uma reta muito, muito longa. Chegamos ao setor três e quatro e é o contrário, são curvas muito apertadas. Será difícil encontrar uma afinação que funcione bem para toda a pista. Precisamos trabalhar muito e tentar adaptar-nos o mais rápido possível. Claro que as super concessões nos vão ajudar e graças a isso, ano que vem, teremos muitas coisas novas e novas peças para podermos lutar no topo,  estou muito feliz ,por isso.”

Leandro Mercado (MIE Racing Honda Team): “É um fim de semana especial… não vou continuar na MIE Racing em 2023”

“Para mim, é um fim de semana muito especial. Estou muito feliz por estar de volta aSan Juan. É muito especial ter a minha família, amigos e todos os fãs. Para todos os pilotos, correr em casa é sempre muito bom. Estou ansioso para ter um bom fim de semana e aproveitar. Quero ter um bom fim de semana, três boas corridas e melhorar em relação às últimas corridas. Temos algumas coisas novas e um novo chefe de equipe para esta prova e para as duas últimas. Temos muitas coisas que precisam de resultar agora, mas, claro, quero dar o meu máximo, dar um passo em frente e aproveitar o fim de semana de corrida. Para o próximo ano, não vou continuar com a MIE Racing, veremos o que o futuro nos traz. Claro, preciso ser competitivo e divertir-me, mas vamos ver. Temos três provas e depois decido.”

Horários (GMT):

Sábado: 15:25h WorldSSP SUPER POLE ; 16:10h WorldSBK SUPER POLE;

17:30h WorldSSP CORRIDA 1 ; 19:O0h WorldSBK CORRIDA 1

Domingo: 16:00h WorldSBK CORRIDA SUPER POLE

17:30h WorldSSP CORRIDA 2 ; 19:O0h WorldSBK CORRIDA 2

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui