foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Foi uma batalha a três entre Rea, Bautista e Razgatlioglu com o hexacampeão do mundo, a reivindicar a vitória.

Partindo da P3  Rea passou pouco depois para a frente do pelotão depois de passar Razgatlioglu. A seguir a Razgatlioglu foi a vez de lutar com  Bautista na última parte da corrida, Rea conseguiu segurar o espanhol para conquistar a vitória.

Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK)P1: “Foi muito difícil. Tanto o Alvaro quanto o Toprak foram super fortes, especialmente naquela parte a meio da pista. A diferença no meu pit-board sempre foi pequena. Percebi que estava à frente e que no final podíamos ganhar. Foi um grande esforço da equipa porque mudamos bastante a moto desde Aragon. É mais uma moto para Assen, está fluindo um pouco melhor aqui. Isto mostra que a nossa ZX-10RR está a funcionar numa janela maior e isso é muito positivo.”

Rea encontra-se agora a apenas uma vitória das 100 vitórias com a Kawasaki, e recuperou a liderança do Campeonato por 2 pontos.

“Se não for amanhã, tenho certeza que vai acontecer em algum momento desta temporada. Podemos estar muito orgulhosos de nossa parceria  e esperamos muitas mais vitórias”.

Bautista terminou em segundo a 0,103s de Rea. Depois de passar Razgatlioglu na luta pelo segundo lugar, pretendia atacar o hexacampeão de SBK na última volta da corrida.

Alvaro Bautista (Aruba.it Racing – Ducati)P2:  “Ao partir da segunda linha, tive de lutar com alguns pilotos. Quando vi que Jonathan e Toprak estavam a escapar, passei os pilotos à minha frente e tentei reduzir a distância. Na última chicane, Jonathan estava a fechar muito bem, por isso foi muito difícil ultrapassá-lo. Ainda tentei aproximar-me para tentar ultrapassá-lo, mas era muito arriscado. A segunda posição é um bom resultado. O nosso desempenho hoje foi positivo.”

O atual campeão de SBK Razgatlioglu completou o pódio da Corrida 1 a um segundo do vencedor da corrida. O piloto turco partiu da pole position e fez uma boa partida antes de perder algumas posições. Lutou com Rea e Bautista, antes que estes conseguissem escapar.

Toprak Razgatlioglu (Pata Yamaha com Brixx WorldSBK)P3: “Dei o meu melhor mas, na corrida, senti alguns problemas com os pneus. Estamos novamente no pódio; levamos bons pontos para o Campeonato. Tentamos como sempre o nosso melhor hoje, mas agora preciso de vencer. Acabei sempre na terceira posição, para mim isso não é suficiente. Amanhã tentar vou lutar pela vitória novamente. Não será fácil porque o Alvaro e o Jonny são muito rápidos. Amanhã, mudarei o plano para a corrida. Nesta corrida, segui o Jonny e talvez amanhã corra sozinho. Não sei, veremos”.

Em quarto lugar ficou Locatelli  apesar de ter andado à frente nas primeiras voltas da corrida.

Andrea Locatelli (Pata Yamaha com Brixx WorldSBK)P4: “Foi uma boa corrida para nós hoje. Com certeza, não foi fácil a meio da corrida tentar ficar no grupo da frente. Melhoramos muito esta manhã e, no final, consegui andar entre os primeiras durante 10 voltas. Agora temos muitos dados para tentar preparar a moto para amanhã. Quero tentar ficar com os da frente até o fim da corrida.”

Lecuona, conquistou o seu primeiro top 5 nas SBK e terminou como melhor piloto Honda.

Iker Lecuona (Team HRC): “Comecei forte o fim de semana, mas na FP2 sofri uma grande queda na curva 3 e esta manhã também caí na curva 9 quando estava a tentar ganhar o ritmo para a corrida com os  pneus de qualificação para me preparar para amanhã. Não gostei do novo pneu dianteiro que experimentei e caí. Perdi um pouco a confiança depois disso. Tive uma grande luta com o Baz e terminei em quinto, estou muito feliz. O ritmo é melhor do que ontem, exceto nas últimas duas voltas.”

Completando os seis primeiros como primeiro piloto BMW e primeiro piloto independente.

Loris Baz (Bonovo Action BMW)P6: “Começamos a corrida com menos de três voltas completas feitas ontem, por isso não estava confiante com o ritmo. Mas sabia que tínhamos encontrado  algo na FP3, pois fiz uma boa Superpole. Mesmo assim, trouxe o melhor  resultado para a  equipa. Conquistámos o Top Independent, não é algo que me deixa muito feliz, mas é super importante para a equipa e para a BMW. Neste momento, queremos mais, e estamos na direção correta”.

Michael van der Mark (BMW Motorrad WorldSBK Team) , o herói local terminou na P13 a sua primeira corrida de 2022.

Resultados corrida 1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui