Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team) venceu pela terceira vez esta época e a oitava consecutiva em Assen, sendo que no total já contabiliza doze vitórias no circuito Holandez, igualando a legenda da WSBK  Carl Fogarty. Apesar destes números arrasadores, não se pense que foi uma corrida fácil, pois teve de resistir aos inúmeros ataques do piloto da casa  Michael Van der Mark (Pata Yamaha Official WorldSBK Team) e de um motivadíssimo Chaz Davies (Aruba.it Racing – Ducati) que terminaram no pódio em segundo e terceiro, respectivamente.

A grelha sugeriu o começo fascinante, com cinco equipas nas cinco primeiras posições. Rea arrancou melhor que todos os outros como é hábito e ultrapassou o homem da pole Alex Lowes (Pata Yamaha Official WorldSBK Team) na primeira curva, apesar de ter sido Xavi Fores (Barni Racing Team) quem assumiu a liderança da corrida. No entanto, no final do Setor 1, Rea foi para a frente. Atrás dele, Van Der Mark iniciou a sua progressão, saltando do sétimo para o quarto.

A multidão entusiasmada e amante das corridas na catedral do motociclismo, entrou em êxtase no final da oitava volta, Van der Mark, surpreendentemente rápido ao longo de toda a corrida, ultrapassou  Rea na chicane que antecede a reta da meta passando a liderar a corrida.

No entanto, o líder do campeonato duas voltas mais tarde, no mesmo local, devolveu com a mesma moeda, com Chaz Davies já no grupo da frente, depois de recuperar paulatinamente e mais uma pouco conseguida Superpole.

Atrás dos três primeiros, terminaram Tom Sykes (Kawasaki Racing Team WorldSBK) que demonstrou ritmo depois do mau fim-de-semana  no MotorLand Aragon e o espanhol Xavi Fores (Barni Racing Team), novamente o primeiro piloto independente, cruzou a bandeira de xadrez em quinto seguido de  Marco Melandri (Aruba.it Racing – Ducati) sem problemas aparentes, mas incapaz de lutar pela liderança.

P1 – Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK) “”Foi uma corrida muito divertida, quando o Mark chegou, vi que ele tinha ritmo de corrida pelo que tentei manter a calma na pista. Houve uma altura na corrida que não sabia o que fazer, mas depois, de algumas voltas atrás, comecei a  pressionar e a fazer  volta a volta em  36 segundos baixos e consegui a vitória. Foi difícil, hoje de manhã afinamos  bem a mota no papel, e deu certo, precisamos trabalhar para a corrida de amanhã, obrigado  à equipa por me esta uma ótima moto. ”

P2 – Michael van der Mark (Equipe Oficial WorldSBK da Pata Yamaha)””Foi uma corrida incrível, tive um bom começo e consegui manter a calma no inicio consegui chegar à frente. Quando vi o Jonny, vi que não estava puxando  tão forte quanto eu pensava que ele faria, e tentei ficar o mais perto que pude, no final fui passar o  Chaz, mas não foi possível o  Jonny, no entanto estou muito feliz com o segundo lugar “.

P3 – Chaz Davies (Aruba.it Racing – Ducati) ” “Foi uma boa batalha toda a corrida, o Mark esteve a respirar no meu pescoço toda a corrida e finalmente passou-me. Pensei responder-lhe, mas depois achei que talvez  tivesse um ritmo melhor que o meu e pensei deixá-lo perseguir o Jonny, e ver o que poderia acontecer.  Ao fim e ao cabo, estou muito feliz, ontem foi muito difícil, na qualificação fomos melhores e na corrida acho que fizemos um trabalho muito bom e muito feliz. Vamos fazer algumas alterações  para amanhã “.

Veja aqui os resultados completos da corrida 1

Horários (GMT) : Domingo 22 de abril

10:30h – WorldSSP

12:00h – WorldSBK – corrida 2

13:20h – WorldSSP300

14:15h – STK1000

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.