O paddock do WorldSBK regressa à pista portuguesa pela primeira vez desde 1993 e a prova do Estoril promete ser um evento de cortar a respiração.

Eis as dez estatísticas de destaque para as corridas deste fim de semana.

1. Com uma vantagem de 59 pontos em 62 pontos disponíveis, Jonathan Rea precisa de apenas três pontos em três corridas para conquistar seu 6º Campeonato Mundial.

2.  Na corrida 2, Leon Haslam iniciará a sua 100ª corrida pela Honda. Apenas três pilotos até agora começaram mais de 100 corridas com o fabricante japonês: Aaron Slight (163), Jonathan Rea (140), Colin Edwards (127).

3. Na sua próxima partida, Leon Haslam igualará Frankie Chili em quinto lugar no recorde de todos os tempos de corridas no WorldSBK, 276.

4. Jonathan Rea somou 99 vitórias até agora: isto é, tem mais 40 vitórias que seu melhor rival, Carl Fogarty. No Estoril terá a segunda oportunidade de marcar a icónica marca de 100 vitórias: falhou a primeira tentativa ao terminar em quarto na Corrida 2 de Magny Cours.

5. Se Rea conseguir a primeira linha na Superpole, igualará o melhor recorde de todos os tempos de 17 primeiras linhas consecutivas, registrada por Scott Russell de Brands Hatch 1993 a Albacete 1994.  Na época, porém, a primeira linha era composta por quatro pilotos e, sob as regras atuais, a sequência de Russell teria parado com 11 corridas. Outro fato relevante da excelente forma de Rea na qualificação é que se encontra sempre entre os dez primeiros desde o fim de semana de Nurbugring de 2011.

6. Pela primeira vez em sete anos (desde Jerez 2013 ), a temporada do WorldSBK termina na Europa.

7. O Estoril está de volta ao calendário do WorldSBK após um intervalo de 26 anos. Este é um novo recorde: em 2013, Jerez voltou ao calendário após uma espera de 22 anos.

8. São quatro os vencedores nas quatro corridas aqui disputadas: Davide Tardozz e Stephane Mertens pela Bimota; Fabrizio Pirovano pela Yamaha e Carl Fogarty pela Ducati.

9. O recorde de pódios por fabricante aqui é de quatro, conquistados pela Bimota, segue Kawasaki com três, a Ducati e a Yamaha com dois e finalmente a Honda com um pódio.

10.Três pilotos conseguiram subir ao pódio duas vezes, aqui: Davide Tardozzi, Stéphane Mertens e Fabrizio Pirovano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui