A última corrida do fim-de-semana teve lugar sob um céu previsivelmente ensolarado, com Chaz Davies (ARUBA.IT Racing – Ducati) a conquistar a sua primeira vitória da época. O seu companheiro de equipa, Álvaro Bautista, desistiu da corrida por lesão depois de cair na Tissot Superpole Race, o que significa que aumentou a diferença para Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK) na luta pelo titulo.

Com um novo arranque relâmpago Chaz Davies segundo na grelha de partida,  fez o holeshot e foi o primeiro na Curva 1 e aguentando a posição na curva 2. Partindo no terceiro lugar, Toprak Razgatlioglu (Turkish Puccetti Racing) também começou muito bem,abrindo um buraco para  Tom Sykes aos comandos da sua bela BMW( Motorrad WorldSBK Team). Alex Lowes (Pata Yamaha WorldSBK Team) rodava  à frente de Leon Haslam (da Kawasaki Racing Team WorldSBK), enquanto Jordi Torres (Team Pedercini Racing) encontrava-se na P8.

Jonathan Rea tentou aproximar-se de Davies na segunda volta à entrada para a curva 5, mas travou muito tarde e permitiu que Davies assumisse de novo a liderança com as posições manterem-se assim durante toda a corrida , com Jonathan Rea incapaz de acompanhar  Chaz Davies. Toprak Razgatlioglu perdia tempo para os primeiros, mas ainda assim rodava consistentemente mais rápido do que os que o seguiam.

Logo na segunda  volta, o ombro lesionado criava dores insuportáveis a Álvaro Bautista, obrigando-o a desistir num  fim de semana sem sorte do espanhol. Duas voltas depois, o terceiro classificado no campeonato Michael van der Mark (Equipe Pata Yamaha WorldSBK) também desistia com um problema técnico.

Várias eram as batalhas espalhadas ao longo do circuito, com Alex Lowes a atacar Sykes até meio da corrida onde conseguiu um seguro quarto lugar, e depois entre Sykes e Haslam que corriam com o mesmo ritmo de corrida, embora sem que  isso tenha resultado em mudança de posições . Atrás deles, Loris Baz (Ten Kate Racing – Yamaha) já à frente de  Jordi Torres. Marco Melandri (GRT Yamaha WorldSBK) rodava em nono, depois arrancar da P17 da grelha de Superpole.

Na frente, Chaz Davies afastava-se de Rea e e terminou a corrida com uma enorme vantagem regressando às vitórias que não surgiam desde a corrida 2 de Aragon Race 2 em 2018. Rea acabou em segundo e aumentou sua vantagem no campeonato para 81 pontos . Toprak Razgatlioglu voltou ao pódio de novo, consolidando a sua posição como um verdadeiro candidato  ao terceiro lugar no campeonato.

Alex Lowes e Tom Sykes completaram os cinco primeiros, enquanto Leon Haslam foi sexto. Loris Baz aguentou Jordi Torres terminando em sétimo, enquanto Marco Melandri teve que se contentar com o nono, enquanto o seu  compatriota Michael Ruben Rinaldi (BARNI Racing Team) completou uma vez os dez primeiros com Leandro Mercado (Orelac Racing VerdNatura), a terminar na  P11.

 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui