Tom Sykes e a Kawasaki Racing Team WorldSBK terminaram uma relação de nove anos ao não prolongarem o contrato para 2019.

Com o fabricante japonês desde 2010, Sykes passou a sua primeira época a  aprender e a

desenvolver a ZX-10R, conseguindo uma pole position em Imola e terminando na 14ª posição na geral. A sua primeira vitória aconteceu em Nurburgring em 2011  na equipa da Provec mas foi a temporada de 2012 que deu início à sua carreira na Kawasaki Racing Team WorldSBK.

Com 13 pódios, quatro vitórias e nove pole positions no ano de 2012, Tom Sykes mostrou o seu talento e o potencial da Ninja tendo lutado pelo campeonato até à última corrida. Foi no ano de 2013 que se sagrou campeão. Com 32 anos acumulou 34 vitórias, 106 pódios e um recorde de 46 pole positions até o momento.

Tom Sykes (Kawasaki Racing Team WorldSBK): “Sinto que chegou a hora, o momento de fazer uma mudança na minha carreira e procurar novos desafios. Ter a motivação para ultrapassar os meus limites e os da sua máquina é ainda mais importante quando procura a vitória em todas as corridas e sinto que dei tudo o que podia dentro do KRT. Agora sou melhor piloto que já participei e tenho experiência e desempenho para continuar a vencer. Decidi sair do  projeto KRT para 2019 e procurar novas metas e desafios.

Vou concentrar-me em terminar no pódio nas últimas quatro provas de 2018. Estou determinado a aproveitar minhas corridas e fazer com que este anúncio efetivamente acabe com toda a especulação. O timing desta grande decisão numa carreira nunca é fácil, mas é especialmente difícil, já que minha vida pessoal também enfrenta grandes mudanças. Sinto menos pressão nos meus ombros e tenho certeza de que em 2019 estarei a 100% das minhas capacidades ”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.