A corrida 3 do Yamaha Finance Australian  Round terminou com a disputa entre os pilotos de equipa da Kawasaki Racing Team WorldSBK, Alex Lowes e Jonathan Rea, com  este a  liderar a corrida até a duas voltas pela fim  quando é ultrapassado por  Lowes na curva 1.

Foi assim que Lowes conquistou sua primeira vitória na Kawasaki por apenas 0,037s e sua primeira vitória no WorldSBK desde a Corrida 2, de Brno, em 2018. Scott Redding (ARUBA.IT Racing – Ducati) conquistou o terceiro pódio do fim de semana na sua estreia no WorldSBK.

Rea começou a corrida na pole position, mas perdeu a posição para Lowes na curva 1, com o recruta da Kawasaki a passar por fora, Michael Van der Mark (PATA YAMAHA WorldSBK Official Team) também passou por fora na curva 2 mas Rea recuperou na saída.

O cinco vezes campeão do WorldSBK  Jonathan Rea voltou à liderança e controlou o ritmo ao liderar a corrida como é seu apanágio e tentou não imprimir um ritmo muito elevado, para preservar a vida útil dos pneus no exigente circuito de Phillip Island perseguido por mais de dez pilotos. Uma estratégia perfeita não fosse Lowes ultrapassá-lo no final.

Redding ficou a menos de um segundo e conquistou o terceiro pódio do fim de semana, mas não com três vitórias como sucedera com Bautista no ano passado em Phillip Island. Chaz Davies (ARUBA.IT Racing – Ducati) terminou em quinto depois de partir da 15ª posição da grelha de partida, depois de uma excelente corrida.

 

Alvaro Bautista (Team HRC) terminou a corrida em sexto, tendo partido da 14ª posição e ficando em aberto para as próximas corridas o verdadeiro potencial dos muitos RRs da nova Honda CBR1000RR-R.

O piloto chileno Maximilian Scheib (ORELAC Racing VerdNatura) conseguiu um impressionante sétimo lugar no seu primeiro fim de semana no campeonato WorldSBK. Na corrida 1 tornou-se o primeiro piloto chileno a terminar entre os dez primeiros e na  Corrida 2, conseguiu acompanhar o ritmo dos pilotos da frente, terminando a corrida a menos de cinco segundos do vencedor Lowes, tornando-se o piloto revelação da Austrália.

O  francês Loris Baz (Ten Kate Racing Yamaha) terminou em oitavo mas mostrou excelente ritmo no início da corrida lutando e assumindo a liderança na curva 4 na volta 9 depois de ultrapassar Rea.  Um incidente no final da corrida com Toprak Razgatlioglu (Equipe Oficial do PATA YAMAHA WorldSBK) fez com que Baz caísse na classificação até Sandro Cortese (OUTDO Kawasaki TPR) que terminou em nono lugar.

Tom Sykes (equipe BMW Motorrad WorldSBK) acabou em décimo depois de um incidente na 4ª volta, quando saiu da pista e o fez cair na classificação. Em corrida Sykes não conseguiu por factores externos demonstrar o porque de ter batido o recorde da pista na sua 50ª pole-position.

Falando de incidentes Xavi Fores (Kawasaki Puccetti Racing), também teve um incidente ao mesmo tempo que Sykes, e Leon Haslam (Team HRC) esteve envolvido com Michael Ruben Rinaldi (Equipe GOELEVEN) na 2ª volta, que levou Rinaldi a não terminar a corrida e Haslam a terminar em 12º.

Takumi Takahashi (MIE Racing Althea Honda Team), Federico Caricasulo (GRT Yamaha WorldSBK Junior Team) e Razgatlioglu não terminaram a corrida com Rinaldi (Team GOELEVEN) a não se conseguir classificar. e recordemos que Eugene Laverty (BMW Motorrad WorldSBK Team), Garrett Gerloff (GRT Yamaha WorldSBK Junior Team) e Leon Camier (Barni Racing Team)  não se encontravam fisicamente aptos pelo que não participaram na corrida.

Resultados corrida 3_Austrália

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui