Eugene Laverty venceu a penúltima corrida do Mundial SBK de 2013 ao vencer brilhantemente Marco Melandri  numa grande manobra de última curva na corrida de Jerez,  Tom Sykes, obteve o terceiro lugar, e o  merecido título de campeão Mundial de SBK.

pole sbk

A corrida começou com Laverty, detentor da pole position, a imprimir um ritmo fortíssimo desde a primeira volta, levando consigo Melandri, Sykes e Guintoli, enquanto Elias, rodava em quinto lugar, perdendo o contato com este poker de ases, mas controlando a distância com o seu rival mais próximo, Davide Giugliano .Este campeonato marca o regresso da Kawasaki à conquista de um titulo mundial 20 anos depois do feito alcançado na altura  por Scott Russell, no longínquo ano de 1993

O poker de ases, partiu-se, formando-se um  primeiro par com  Laverty e Melandri,  e rodando a pequena distância Tom Sykes com Guintoli.

Melandri que passou a corrida na expectativa de algum erro de  Laverty, desferiu um ataque tipo block pass do motocross americano,  na penúltima volta, na travagem da Dry Sack, entrando por dentro e encostando a sua BMW à Aprilia de Laverty que ficou sem hipóteses de defender a 1ª posição.

Mas Laverty,  apesar de nos encontrar-mos a entrar na ultima volta, não desistiu , e na ultima curva, famosa pelas ultrapassagens de Rossi a Gibernau ou este ano de Márquez a Lorenzo, apesar do experiente Melandri ter fechado a porta por dentro, para prevenir possível  ataque igual aos anteriores,  tomou uma opção mais arriscada e ultrapassou Melandri  pelo exterior conseguindo a nona vitória da época.

Sykes foi o terceiro, com alguma vantagem sobre Guintoli, enquanto Elias obteve um confortável quinto lugar, à frente de Giugliano, Davies, Camier e Fores, a melhor Ducati em nono lugar.

O novo campeão do mundo de SBK  Tom Sykes afirmou emocionado após a corrida: “Estou no topo do mundo! Foram anos de sacrifício para chegar a este lugar e só tenho palavras de agradecimento a todos aqueles que tornaram possível para chegar aqui, à minha equipa que  fez um trabalho fantástico com um grande fabricante por trás, à minha família e  à minha maravilhosa esposa. Os meus parabéns também para Eugene Laverty, porque apesar de não conquistar o título fez uma grande temporada e tornou o saboroso. ”

podio 1

SBK  – 2ª CORRIDA

Eugene Laverty terminou o Mundial de SBK 2013 com a sua segunda dupla vitória  da temporada ao vencer a última corrida do ano, no circuito de Jerez.  Laverty  que garantiu matematicamente o título de construtores para a Aprilia com a vitória na primeira corrida e o segundo lugar no campeonato com a vitória nesta segunda corrida.

Sykes,  avisou após a primeira corrida que eu ia dar tudo na segunda, uma vez se encontrar sem a pressão do título, arrancou forte mas os dois oficiais Aprilia Guintoli e Laverty, seguiram no seu encalce, seguidos de Giugliano  depois  de uma luta com  Toni Elias.

Laverty , rodou atrás de Sykes  durante quatro voltas e na curva de entrada para a reta da meta, a curva onde na corrida anterior ultrapassou Melandri, desferiu o ataque a Sykes e  a partir dai ,estabeleceu um ritmo e inatingível pelo já campeão Sykes, que atirou a toalha ao chão e acabou a corrida a quase 3 seg. de Laverty.sykes 2

De seguida, surgiram uns  solitários Guintoli e Elias, cada vez mais adaptado às  SBK, que com o seu quarto lugar tornou-se o melhor piloto não oficial.

Davies, Camier, Lanzi, Cluzel, Aitchison e Giugliano completaam os dez primeiros lugares.

A época de WSBK de 2013 termina com  Tom Sykes Campeão do Mundo, e com a Aprilia com o titulo  Campeã do Mundo Construtores

Sylvain Guintoli: “Tem sido um ano fantástico, estive à frente da classificação durante bastante tempo, infelizmente tive a lesão ( a treinar de bicicleta), mas a coisa boa é que já estou recuperado e de volta aos lugares da frente.”

Tom Sykes: “Fizemos algumas alterações na moto para esta segunda corrida que não resultaram. A Aprilia era melhor nas curvas e Eugene esteve fantástico. Gostava de ter  lutado por esta corrida, depois de ter já sido campeão. Sou um homem feliz. ”

Eugene Laverty: “É bom terminar a época assim, com esta dupla vitória. Terminei no pódio nas últimas nove corridas, foi pena não ter começado tão bem. Quero agradecer a Aprilia por me ter permitido lutar pelo título. “

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.