Tom Sykes saiu da pole e dominou a primeira corrida de SBK em Assen sem espinhas. Na corrida apenas  perdeu a liderança da corrida na primeira curva depois do arranque, mas rapidamente recuperou o primeiro lugar,  e impôs um  ritmo avassalador, e impossível de acompanhar pelos demais, para se ter uma ideia, à segunda volta já tinha um  avanço de  duas décimas, vantagem que foi acumulando volta a volta, e o levou a vencer  a corrida sem oposição, contrariando o que é habitual  nas corridas do  WSbk, onde os vencedores apenas se conhecem na última volta ou mesmo apenas quando cruzam a meta, mesmo quando se trata de pilotos da mesma equipa.

asssen padockCom a corrida decidida desde as voltas iniciais, o interesse passou para  a batalha  pelos restantes lugares no pódio,  com Laverty e Rea Guintoli, que mantiveram esta ordem durante a primeira metade da corrida. Quando faltavam, oito voltas  para o final Laverty baixou pouco de ritmo e Guintoli e Rhea aproveitaram de imediato, para escapar umas décimas e  tentar discutir  o pódio final entre os dois. Mas a emoção estava guardada para as  duas voltas finais, Rea, que jogava em casa e por isso grande conhecedor, pressionou  Guintoli  na  chicane, levando este a cometer um erro ao fazer uma ligeira saída de pista,  logo aproveitada por Rea para fugir uns metros e não mais perder  o 2º lugar,  ficando Guintoli  em terceiro e seguido de Laverty que se aproximou, mas não o suficiente. Os três ficaram a oito segundos do piloto da Kawasaki .

Baz, Giugliano e Davies formaram o segundo grupo perseguidor, e ficaram a 24 segundos eram perseguidos por. Cluzel e Camier  que ficaram  a 30  segundos de Tom Sykes.

Carlos Checa, que chegou a rodar em oitavo na primeira volta, não teve mota à altura, que saudades deve ter saudades da sua Ducati 1098, pois esta  Panigale  e apesar dos testes efetuados no circuito de Jerez na passada semana, não  tem andamento para as rivais, ficando 35,2 segundos do vencedor.

Marco Melandri, abandonou  na volta de apresentação antes da corrida, devido a uma avaria na sua BMW.

Classificação 1ª Corrida – Assen

asssen curva 1

2ª Corrida –

Espetacular a segunda corrida  SBK na catedral de Assen, com o vencedor Laverty (Aprilia) a ganhar por apenas  0,089 segundo à frente Tom Sykes. A Kawasaki liderou também esta 2ª corrida, mas ao contrário da 1ª foi sempre acompanhada pela Aprilia de Laverty  que  proporcionou um final emocionante. Baz fez  terceiro, à frente de Rea e Daviez.  Guintoli, líder do campeonato, que rodava no segundo grupo acabou em  sexto. Carlos Checa foi o décimo.

Após a esmagadora  vitória na primeira corrida de Sykes, a segunda corrida em Assen começou com tendência  semelhante, a Kawasaki saiu muito bem desta vez da pole,  e liderou desde o inicio,  com a diferença que desta vez não foi capaz de se isolar e levou consigo a Aprilia.

Tom Sykes não conseguiu fazer os tempos da 1ª corrida, embora estivesse mais calor, Laverty , por seu lado, alterou as afinações da mota e melhorou  de tal forma que acompanhou sem dificuldades a Kawasaki durante  17 das 22 voltas da corrida.

As diferenças para os seguidores começaram a aumentar, e Giugliano que rodava a menos de um segundo, e procurava acompanhar os primeiros, sofre uma queda que o deixou esta fora de combate e com a Aprilia em chamas.

Rea e Baz assumiram o comando do segundo grupo, num bonito mano a mano, a que se juntaram, na segunda parte da corrida, Guintoli e Davies, formando um poker de perseguição, nada estável,  com ultrapassagens entre eles durante toda a corrida.

Sykes foi-se desgastando na liderança da corrida, até quatro voltas altura em que Laverty deu a machadada aparentemente sem grandes dificuldades  e tomou a liderança. Mas Sykes , é um lutador, e não se deu por vencido, acompanhando o homem da Aprilia,e na  última volta, voltou tentou  passar Laverty, à entrada da famosa chicane de Assen, mas Laverty não foi surpreendido e manteve a 1ª posição por apenas 0,089 segundos .

A terceira posição do pódio estava em jogo e parecia que Guintoli, líder do campenato, lutaria por ele, mas a três voltas do final Rea e Baz , envolveram-se numa luta de titãs, afastando-se  alguns metros de Davies e Guintoli,  No final, Baz, conseguiu garantir o terceiro lugar, à frente de Rea, Davies e Guintoli, que terminou o poker perseguidor

Mais atrás,ficaram  Camier ( Suzuki) a 21 segundos, Melandri a 27 (embora ele tenha tido mais uma vez problemas na sua BMW), Fabrizio (Aprilia) a 30 e em décimo, Carlos Checa, (Ducati )que terminou mais uma vez a  34 segundos do vencedor.

 

Classificação 2ª Corrida– Assen

Classificação Geral  – WSBK

Fonte : WSBK

Desporto motorizado de duas rodas **Por Mário Andrade e António Vermelho **01/05/2013** mandrade@ipressglobal.com

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui