O músico norte-americano Bob Dylan foi esta quinta-feira, 13, agraciado com o Nobel da Literatura e a decisão está a gerar controvérsia um pouco por todo o mundo.

Em Portugal, a escritora Alice Vieira teceu duras críticas à decisão da Academia Sueca.

Digam-me que é aldrabice. Digam-me que estão a gozar comigo. Digam-me que o Bob Dylan não ganhou o Nobel da Literatura”, escreveu na sua página de Facebook acrescentando que “se fosse aos galardoados anteriores, devolvia o prémio. Juro”.

Estou a preparar a candidatura do Quim Barreiros para o próximo ano”, ironizou ainda.

Estas declarações estão a gerar polémica junto dos fãs do cantor, que inclusivamente piratearam a página Wikipédia da jornalista.

Um novo parágrafo foi acrescentado na última parte do capítulo “Biografia”. Nele pode ler-se que a comparação que a escritora fez entre Dylan e Quim Barreiros “podem apenas ter como base a ignorância de Alice Vieira e toda a inveja que a mesma sente pelo trabalho lírico e poético” do artista norte-americano.

A última frase é particularmente agressiva: “Podemos assim concluir que em 2016 Alice Vieira foi vítima de alguma doença mental degenerativa ou apenas se tornou numa c**** amarga”.

Figura incontornável da música popular norte-americana, Bob Dylan é o primeiro compositor a receber o prestigiado prémio da literatura, com um valor monetário de 822 mil euros.

Recorde-se que Dylan, que atuou pela última vez em Portugal em 2008, recebeu o Nobel da Literatura por ter criado, segundo a Academia Sueca, “novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana”.

Move

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui