O fundador da Microsoft está a investir numa nova sanita que consegue transformar fezes em energia limpa, um projeto liderado por investigadores britânicos.

“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, já dizia o químico Lavoisier e, pelos vistos, também Bill Gates acredita nessa máxima.

O fundador da Microsoft tem vindo a aplicar a sua fortuna em novos projetos e a sustentabilidade é uma das principais áreas de interesse quando chega a hora de investir.

Por isso, e depois de apoiar uma iniciativa semelhante que transforma as fezes humanas em água, o empresário milionário quer dar o salto e encontrou uma sanita que pode ser revolucionária.

O projeto, batizado de Nano Membrane Toilet, é uma sanita criada por investigadores da Universidade de Cranfield, no Reino Unido.

Esta sanita inovadora possui uma membrana nano-tecnológica que separa os vários componentes dos dejetos das pessoas.

O processo de “reciclagem” acontece a partir do momento em que o seu utilizador fecha a tampa, começando então a sanita a separar os resíduos.

A parte líquida é purificada e pode ser utilizada para regar ou então nas tarefas de limpeza e os elementos sólidos são incinerados.

A energia proveniente do calor pode ser, por sua vez, utilizada no reabastecimento do sistema da sanita ou até para carregar dispositivos móveis.

Esta tecnologia também poderá vir a ser uma solução para países em desenvolvimento, já que a Nano Membrane Toilet não precisa de estar ligada a uma rede de esgotos.

Uma boa notícia para as cerca de 2 mil milhões de pessoas em todo o mundo que não têm um sistema de esgotos adequado.

A nova sanita está a ser apoiada pela Fundação Bill e Melinda Gates, a instituição criada pelo empresário e pela mulher em 2000.

ZAP / Canal Tech

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui