Sob a superfície de Plutão pode haver um oceano congelado.

Os indícios foram encontrados na Sputnik Planitia, uma enorme bacia no planeta de vários quilómetros de área com formato de coração, com base em fotografias tiradas pela sonda New Horizons, da Agência Espacial Norte-americana, a NASA, em 2015.

A hipótese de o planeta-anão ter água em estado líquido escondida em seu interior tinha sido sugerida em julho por investigadores da Universidade de Brown.

Agora, investigadores das universidades norte-americanas do Arizona e da Califórnia concluíram que sob a superfície de Plutão pode haver um oceano feito de gelo e de água em uma consistência viscosa.

As novas conclusões constam de artigos publicados esta semana na revista Nature.

Segundo as pesquisas e os estudos feitos a partir das imagens, esse oceano pode ter ajudado a modelar e mudar a estrutura do pequeno planeta, criando tensão na sua crosta e algumas fissuras na superfície.

Além disso, os especialistas defendem que a imensa massa de água congelada pode ter sido responsável pela reorientação do planeta e que poderá ter essa função mais uma vez no futuro. A Sputnik Planitia também se teria deslocado ao longo do tempo, como consequência das variações no acúmulo de gelo na sua bacia.

Essas mudanças ocorreram também, em parte, pelas marés geradas pela lua Caronte, a mais próxima de Plutão.

“Há duas formas de alterar a rotação de um planeta”, explica James Keane, da Universidade do Arizona. “O primeiro, e aquele que nos é mais familiar, é a ocorrência de uma alteração no eixo de rotação, na qual o planeta se reorienta em relação ao resto do sistema solar. O segundo é através de uma deriva polar, em que o eixo de rotação se mantém fixo face ao sistema solar, e é o próprio planeta roda”, descreve o investigador. O caso de Plutão foi o segundo.

Ainda que se comprove a existência de água, os cientistas não esperam encontrar nenhum tipo de vida nos supostos oceanos subterrâneos do Plutão, como se imagina que possa existir, por exemplo, na lua de Saturno Encélado, onde foi descoberto um oceano global de água subterrâneo.

ABr

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui