A Academia Real de Ciências da Suécia criticou o silêncio do músico norte-americano Bob Dylan, que se recusou a atender a organização após ganhar o Prémio Nobel de literatura.

É descortês e arrogante“, afirmou o membro da academia e escritor sueco Per Wastberg, citado pelo Guardian.

Os vencedores do prestigiado prémio são convidados para receber as respectivas premiações e discursar durante um jantar de gala no dia 10 de dezembro, em Estocolmo.

No entanto, a academia não recebeu a confirmação por parte de Bob Dylan e tampouco conseguiu comunicar-se com o músico. “É uma situação sem precedentes“, afirma o escritor sueco.

Bob Dylan foi galardoado com o Prémio Nobel de Literatura a 13 de outubro, provocando um intenso debate entre os círculos literários em todo o mundo.

Nessa noite, num concerto em Las Vegas, o músico não disse uma única palavra sobre o prémio, mantendo o silêncio até hoje.

Contudo, terminou o concerto com uma música de Frank Sinatra: “Why Try To Change Me Now?” (“porque tentam mudar-me agora?”).

ZAP / Sputnik News

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.