“O ensino secundário à distância de um clique”. É assim que a Escola Secundária de Camões, em Lisboa, anuncia o projecto-piloto que arranca já neste ano lectivo e que permite aos maiores de 18 anos terminarem os seus estudos secundários através da Internet, quase sem terem que ir à escola.

Segundo avança o DN, este modelo de ensino recorrente à distância vai arrancar a título experimental, na Escola Secundária de Camões, em Lisboa, e no Agrupamento de Escolas de Mangualde.

Trata-se de um sistema que visa “captar os jovens que tendo mais de 18 anos não têm o ensino secundário e não podem ir à escola assistir às aulas”, salienta o jornal.

Este ano lectivo irá funcionar em ensino online apenas o curso de Línguas e Humanidades, seguindo o mesmo programa do Ensino recorrente em regime presencial e tendo a mesma duração, ou seja, três anos.

As disciplinas do curso – Português, História, Inglês, Matemática Aplicada às Ciências Sociais, Literatura Portuguesa e Filosofia – serão divididas em três módulos.

Haverá algumas sessões em regime presencial, ao longo do curso, nomeadamente para a realização de testes ou apresentação de trabalhos, mas os estudantes poderão deslocar-se às escolas mais próximas da sua residência.

Previstas estão também aulas com todos os alunos e o professor ligados pela Internet ao mesmo tempo e que deverão decorrer em período nocturno, entre as 18 e as 23 horas.

A ideia da iniciativa é “desafiar alunos do Algarve a Coimbra”, salienta o DN, citando fonte da Secundária de Camões, onde o director João Jaime Pires salienta que, “tendo em conta que os cursos nocturnos são cada vez menos, este modelo pode ser o futuro“.

ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.