No aniversário da independência opiniões divididas em relação ás conquistas alcançadas e apontam as desigualdades sociais e políticas. 

O percurso histórico da independência conquistada em 1975 por Angolanos destemidos ainda não aflorou no consenso da maioria.

O 37º aniversário será mais uma data de reflexão para muitos, e de nostalgia para os Angolanos que se bateram por esta causa, cujo reconhecimento não é valorizado pelas autoridades, que não deixam de enaltecer a importância sobre o significado da efeméride.

Os benefícios da independência continuam a ser questionados uma vez que a maioria dos Angolanos reclamam por mais oportunidades e melhores condições sociais.

Não obstante todas as preocupações ainda assim partilham da ideia segundo a qual valeu a pena a independência contra a subjugação colonial.

O politólogo José Rodrigues Baião faz uma retrospectiva histórica sobre o 11 de Novembro para concluir que a verdadeira independência de Angola só foi conquistada depois da morte do antigo líder da UNITA.

Os angolanos vão festejar mais um aniversário da sua independência, com opiniões divididas em relação as conquistas alcançadas e apontam as desigualdades sociais e políticas como factores de alguma frustração e desespero.

Fonte: VOA

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui