O piloto da Red Bull KTM Ajo estava obrigado a pontuar depois de duas corridas a zeros, ainda para mais depois de ter conquistado a pole position para o Grande Prémio Red Bull da República Argentina, e a verdade é que cumpriu.

O único representante português começou a corrida na liderança, mas depressa foi ultrapassado e ao cabo de três voltas estava fora dos pontos depois de travagem tardia quando tentava passar Hiroki Ono na luta pela oitava posição em que acabou por dar por si depois de ser engolido pelo pelotão. Oliveira conseguiu evitar o toque, mas caiu para 18º, o que o obrigou a grande recuperação.MO 3  Argentina

Miguel Oliveira:“A corrida foi um pouco estranha, fiz uma boa partida desde a pole e tentei isolar-me do grupo, mas de um momento para o outro fui ultrapassado por seis pilotos. Nessa altura o Danny Kent aproveitou para fugir. Mesmo assim, senti-me forte e consegui terminar a corrida, que era o meu principal objectivo depois do que aconteceu nas duas primeiras corridas. Fui quarto no final, não consegui subir ao pódio, mas estou contente porque fiz um grande esforço para encontrar uma boa afinação de base. Ainda podemos ser mais rápidos, pelo que não estou preocupado com Jerez. Temos de continuar a trabalhar da mesma forma e os resultados vão surgir.”

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.