O piloto japonês será submetido a uma cirurgia ao ombro depois do GP do Japão,  devido à queda no GP de Assen provocada por a um excesso de Valentino Rossi, pelo que perderá as ultimas 3 corridas da  temporada de 2019, sendo substituído pelo francês Johann Zarco nos Gps de  Sepang, Phillip Island e Valência.

A boa noticia para o Japonês é que renovou contrato para a época de 2020 continuando a defender as cores da LCR Honda Idemitsu. O bicampeão mundial de Moto2 ™ e o rookie do ano 2017 em MotoGP ™ aceitou a oferta do team manager Lucio Cecchinello para regressar à classe Rainha aos comandos de uma Honda RC213V de 2018 com as cores Idemitsu depois do Grande Prémio no Japão pois Nakagami vai competir este fim de semana em casa.

Lucio Cecchinello (Diretor da LCR Honda Team): “Obviamente, lamentamos muito que Nakagami tenha sido forçado a perder as últimas três corridas desta temporada, mas, por outro lado, sabemos que as lesões fazem parte integrante deste desporto. Propus ao diretor da HRC, Tetsuhiro Kuwata, e ao gerente da equipa, Alberto Puig, a idéia de contratar a Zarco como nosso piloto substituto, e eles deram a sua aprovação. Quando entrei em contato com Zarco, ele imediatamente demonstrou interesse neste projeto que terminará em Valência. Do nosso lado, garantiremos os máximos esforços para apoiar Johann, um piloto que demonstrou imenso talento e profissionalismo na sua carreira.

Johann Zarco: “Que grande oportunidade de fazer as últimas corridas da época na equipa  LCR Honda Idemitsu. Estou muito agradecido por ter essa oportunidade e farei todos os possíveis para obter bons resultados e aproveitar o tempo, porque estas podem ser as três últimas corridas que poderei fazer por enquanto. Gostava de agradecer à KTM por me liberar para que possa fazer estas corridas com outra moto. Primeiro estarei em  Phillip Island, uma pista rápida que gosto bastante. Vou Cruzar os dedos e vamos ver o que consigo fazer… O objetivo é andar num bom ritmo e redescobrir alguns dos bons sentimentos que já tive antes. ”

Recordemos que Johann Zarco, manifestou interesse em abandonar a equipa oficial da KTM precisamente depois do GP Austríaco em Spielberg, causando uma profunda sensação de mal estar no seio da equipa. No GP de Misano  abalroou o piloto português Miguel Oliveira sendo dispensado da equipa logo no GP seguinte de GP de Aragon e, até ao final da temporada.

A duvida irá permanecer nas nossas mentes, será que Zarco sabia da lesão escondida de Nakagami  e provocou o mal estar  para correr na Honda ??? O tempo o dirá .

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui