Foto: Wikileaks //

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, concorda ser extraditado para os Estados Unidos se o Presidente Barack Obama perdoar a antiga militar norte-americana Chelsea Manning, condenada por lhe passar mais de 700 mil documentos confidenciais.

“Se Obama perdoar Manning, Assange aceita a extradição para os Estados Unidos, apesar da flagrante inconstitucionalidade” do Departamento de Justiça norte-americano, escreveu o Wikileaks no Twitter.

Julian Assange, 45 anos, de nacionalidade australiana, refugiou-se na embaixada do Equador em Londres em junho de 2012, para evitar a extradição para a Suécia, onde foi acusado de violação por por duas mulheres.

Chelsea Manning, nascida com sexo masculino e de nome Bradley Manning, foi condenada em agosto de 2013 e já tentou suicidar-se duas vezes.

No início da semana, soube-se que o presidente dos EUA colocou Manning na lista de presos que podem vir a ter a pena reduzida ou abrandada.

ZAP // Lusa

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.