Um ataque à facada fez esta segunda-feira pelo menos 19 mortos e 45 feridos numa clínica para pessoas com deficiência em Sagamihara, no Japão.

Pelo menos 19 pessoas morreram na cidade de Sagamihara, um dos subúrbios mais populosos de Tóquio, Japão, depois de um homem ter atacado com uma faca várias pessoas numa clínica para deficientes, informou a polícia nipónica.

Segundo a NHK World, a polícia foi chamada a intervir depois de o homem, armado com uma faca, ter entrado no centro por volta das 2h30 desta madrugada (hora local).

O crime ocorreu na cidade de Sagamihara, a cerca de 40 quilómetros de Tóquio. Ainda de acordo com a NHK, cerca de meia hora mais tarde o homem entregou-se à polícia, tendo confessado o ataque.

Segundo uma fonte policial citada pelo jornal japonês Asahi Shimbun, o suspeito afirmou que queria “livrar-se dos deficientes deste mundo“.

O presumível atacante, de 26 anos, disse ser um ex-funcionário da clínica.

Este é já considerado de um dos piores assassínios em massa em território japonês, realizado por um só indivíduo, desde o fim da II Guerra Mundial.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.