Na passada quinta-feira o Cante Alentejano, foi eleito pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Património Cultural Imaterial da Humanidade, depois de em 2012 o sua candidatura ter sido adiada.

A intenção de efetuar a candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade surge em 2012, tendo nessa altura o Ministério dos Negócios Estrangeiros considerado o seu adiamento por pensar que este não detinha as condições exigidas para ser aceite. Se em 2012 se recuou, em março de 2013 a vontade de levar esta “arte” mais longe efetivou-se.

Como promotores desta candidatura estiveram a Câmara Municipal de Serpa e a Entidade Regional de Turismo/Agência de Promoção do Alentejo, que viram o Cante Alentejano ganhar outra força a nível regional, o que levou ao aparecimento de novos grupos formados por jovens e uma maior visibilidade do mesmo a nível nacional.

O cante nunca foi a única expressão de música tradicional no Alentejo, sendo aliás mais próprio do Baixo Alentejo que do Alto.
O cante nunca foi a única expressão de música tradicional no Alentejo, sendo aliás mais próprio do Baixo Alentejo que do Alto.

O Cante Alentejano junta-se assim ao Fado e a dieta mediterrânica que constam já da lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade em representação nacional. Mais um motivo de orgulho para os alentejanos que levam mais longe a voz de um povo marcada pelo orgulho na sua cultura, que promove deste modo o seu país além fronteiras.

A comissão que representou o Alentejo e esta forma cultural de expressão, em Paris, foi recebida num clima de emoção e alegria no aeroporto. Em comunicado Passos Coelho manifestou o seu orgulho enfatizando o valor cultural deste legado, também Cavaco Silva falou sobre esta distinção acreditando que esta servirá de estímulo para as gerações mais novas.

Parabéns ao Cante Alentejano!

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.