A Nova Zelândia vai proibir a remoção das barbatanas de tubarão nas suas águas dentro de dois anos, disse este domingo o ministro Nathan Guy, titular da pasta das Pequenas Indústrias do país oceânico.

Atualmente a Nova Zelândia já proíbe a remoção das barbatanas do tubarão e a devolução do animal ao mar ainda vivo, mas a nova proibição vai incluir também as carcaças dos animais, explicou.

A nova medida vai começar a ser aplicada em algumas zonas até outubro de 2014 e estará em vigor a nível nacional em 2016.

“A prática de retirada das barbatanas dos tubarões é inconsistente com a reputação da Nova Zelândia na gestão e conservação das suas pescas”, disse.

Já o ministro Nick Smith, da pasta da Conservação, defendeu que a proibição de cortar as barbatanas dos animais é um passo em frente na conservação das espécies de tubarão.

A Nova Zelândia tem registadas nas suas águas 113 espécies de tubarão, sete das quais estão protegidas, incluindo o grande tubarão branco, o tubarão baleia e o tubarão frade.

Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui