foto: UBER.com // 

A recomendação europeia pode ir no sentido de criar legislação que permita serviços como a Uber, mas em Itália são os taxistas que podem celebrar mais uma vitória, com a decisão de um tribunal que obriga a Uber a suspender todos os seus serviços.

Segundo a agência Reuters, a suspensão da Uber engloba não apenas a utilização da app para pedir um automóvel, como também todos os serviços que a Uber disponibilizava em Itália: Uber Black, Lux, Suv, X , XL, Select e Van.

Adicionalmente, a Uber fica também proibida de fazer publicidade no país, embora tenha 10 dias para recorrer da decisão, coisa que já disse que iria fazer.

Do lado da Uber a decisão é incompreensível. A empresa diz que se trata de algo que tem por base leis com mais de duas dezenas de anos e completamente desajustadas da realidade actual, e que visam proteger apenas os lucros de um sector fechado e protegido à custa da liberdade de escolha dos consumidores italianos.

Esta é já a quarta derrota da Uber nos Tribunais Italianos… o que parece indicar que poderá estar mais perto a eventual saída da Uber do mercado italiano. Apesar de tudo, é de esperar que a Uber vá dar bastante luta e levar o caso até às últimas instâncias.

Em Portugal, o conflito entre as posições dos taxistas e os serviços como a Uber ou Cabify não chegou a este ponto nos tribunais – muito graças ao facto de os taxistas nacionais parecerem ter a ideia de que as leis são como as meninas virgens, para se violar, e que o assunto será para se resolver nas ruas.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui