Numa corrida encurtada para 15 voltas devido à forte queda de água, o piloto da Red Bull KTM Ajo partiu da 5ª posição da grelha de partida, apenas perdeu a pole position depois da bandeirada de xadrez, não se sentiu confortável com a pouca aderência da roda traseira no decorrer da prova, pelo que optou por ser conservador e terminar a corrida.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo):“Foi um dia difícil e com muita água na pista. Eu não estava muito confortavel, especialmente com o pneu traseiro que não me dava boas sensações para poder puxar mais. Tinha os 5 primeiros bastante próximos mas percebi que não podia ganhar tempo por isso optei por gerir a corrida da melhor maneira possível, para terminar a prova. Depois do desempenho deste fim-de-semana, a 7ª posição não é o que esperávamos  mas terminei a prova e isso é positivo. Agora há que olhar para Phillip Island, um circuito do qual gosto, e que penso que se encaixa perfeitamente com as características da nossa moto. Chegaremos fortes.”

Aki Ajo, Team Manager (Red Bull KTM Ajo): “Estou um pouco dececionado com o resultado final da corrida do Moto2, embora, em geral, possamos continuar satisfeitos com o desempenho que tivemos durante o fim de semana. Somos bastante rápidos em todas as condições [climatéricas], seja em piso seco ou molhado, e este fim de semana foi mais uma experiência para melhorarmos o nosso desempenho à chuva. Estamos confiantes para as próximas corridas”.

A corrida foi ganha por Alex Marquez (EG 0,0 Marc VDS) que recuperou a terceira posição na geral, seguido de Xavi Vierge (Tech 3 Racing) e o último lugar do pódio foi ocupado por Hafizh Syahrin (Petronas Raceline Malaysia).

A próxima prova do Mundial será   Michelin® Australian Motorcycle Grand Prix e disputa-se entre os dias 20 – 22 Outubro.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.