foto : Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acaba de divulgar um vídeo com uma mensagem ao país, no qual anuncia a convocação do Conselho de Estado para uma reunião virtual na próxima quarta-feira, dia em que termina a sua quarentena voluntária. A mensagem pode ser ouvida no site da Presidência.

O Conselho de Estado servirá para analisar a situação e “para que se debruce sobre eventual decisão de decretar Estado de Emergência“.

“Aquilo que é preciso decidir será decidido, as medidas que é preciso tomar, serão tomadas, a ponderação a fazer será feita minuto a minuto, hora a hora, dia a dia, com os órgão de soberania juntos, unidos. Presidente, Parlamento, Governo, partidos solidários. O que nos une é muitíssimo mais importante do que nos pudesse dividir”, declarou.

O Presidente elogiou o civismo da população e o respeito que têm demonstrado uns pelos outros e disse ainda que já agradeceu, por escrito, aos pessoal de saúde, “que se ultrapassa a si mesmo”.

No vídeo, agradece às forças de segurança; às estruturas que apoiam o pessoal de saúde; a quem transporta mercadorias; e faz um apelo: “aos menos jovens, como eu, para que saibam compreender e resistir; aos mais jovens para que respeitem os menos jovens a quem tanto devem”.

Por último, Marcelo diz que tem uma “certeza”: “Vencemos a pneumónica há cem anos, pestes, vencemos crise económica financeira. Vamos vencer.”

Também este domingo, António Costa referiu que se o Presidente da República entender decretar o estado de emergência, o Governo não dará parecer negativo.

“Temos de compreender que a melhor forma de evitar a necessidade e de adotar medidas mais duras é continuarmos a fazer aquilo que os portugueses têm feito tão bem de uma forma responsável: conterem-se na sua circulação e contactos sociais. Temos de continuar a manter o país no seu funcionamento”, disse o primeiro-ministro português.

Segundo o boletim da Direção-Geral de Saúde, divulgado este domingo de manhã, Portugal tem 245 casos positivos de infeção por coronavírus, mais 76 casos em relação a sábado. Segundo as informações da DGS, há 281 casos a aguardar confirmação de resultados laboratoriais e 4.592 casos a serem vigiados pelas autoridades.

Há agora 14 cadeias de transmissão ativas, mais três do que no dia anterior. Os casos importados são da Alemanha/Áustria (1), Andorra (1), Bélgica (1), Espanha (16), França (9), Itália (14) e Suíça (5).

Desta vez, a região de Lisboa e Vale do Tejo concentra a maioria dos casos (116), mais 13 do que a região Norte. A região Centro e Algarve registam 10 casos e os Açores têm agora o primeiro doente infetado.

LM, ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui