foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

O líder do Campeonato está a uma corrida do título com 82 pontos de vantagem a duas provas do fim.

P1 – Alvaro Bautista (Aruba.it Racing – Ducati): “Com certeza hoje foi uma corrida muito difícil. Primeiro porque é a última corrida do fim de semana e sentem-se fisicamente todos os esforços do fim de semana, mas também porque hoje a pista foi mais difícil do que ontem. Era mais fácil cometer erros. Não comecei bem e perdi algumas posições. Mas ao mesmo tempo, foi bom porque deixei os outros pilotos avaliarem a situação antes de mim. Depois comecei a perceber quanto podia puxar, e decidi recuperar posições até assumir a liderança porque senti que poderia ser mais rápido que os outros. Vi que o Toprak estava perto de mim. Não pensei em tirar pontos, nos riscos.. . só em dar o meu melhor. Dei tudo. No final consegui ganhar alguma vantagem e consegui aguentar até ao fim. Estou muito feliz, hoje a minha prestação foi muito boa.”

Razgatlioglu ganhou a Superpole Race e terminou em segundo na Corrida 2 com vantagem de 9,764s sobre Rea. Continua em segundo lugar no Campeonato com 425 pontos.

P2 – Toprak Razgatlioglu (Pata Yamaha with Brixx WorldSBK): “Na segunda corrida, dei o meu melhor e continuei a lutar pela vitória. Esperava que os pneus do Alvaro perdessem, mas não aconteceu, assim continuei a lutar pela segunda posição. Quero agradecer à minha equipa, nos últimos minutos mudamos o plano e decidimos usar o pneu SCX. O pneu SCX está destruído, mas senti-me  muito melhor durante a corrida. Continuamos a lutar pelo Campeonato. Vamos tentar o nosso melhor de novo em Mandalika.”

Rea depois de lutar com seu companheiro de equipe pelo terceiro lugar nas últimas voltas  da corrida, ultrapassou Lowes na curva 8 da volta 18 para conquistar mais um pódio.

P3 – Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK): “Estou apenas decepcionado porque minha moto esta manhã estava incrível, na Superpole Race. Tinha boa tração e tudo estava a funcionar bem. Desde o início da corrida 2 esta tarde, não tinha nada. Assim que entrei na curva 2, senti que a moto não estava bem, precisamos de analisar exatamente o que aconteceu porque foi estranho. Foi uma boa batalha com o meu companheiro de equipa Alex, com o Vierge e o Rinaldi. O ritmo do Alex era rápido! houve uma altura em que pensei “talvez meu o melhor seja o quarto’. Continuei, nunca desisti e finalmente consegui chegar ao pódio.”

Lowes lutou por um pódio com Rea, mas acabou a cerca de dois segundos do seu companheiro de equipa.

P4 – Alex Lowes (Kawasaki Racing Team WorldSBK): “Fiquei feliz com o fim de semana. Acho que nosso ritmo foi para quarto este fim de semana. Não fui tão rápido quanto os três primeiros, nos treinos, fui um pouco mais rápido do que os pilotos atrás. Senti-me muito bem no final da corrida, mas o pneu traseiro SCX perdeu aderência no final. Vamos tentar novamente na Indonésia.”

Rinaldi  liderou as primeiras voltas, durante a corrida perdeu posições para terminar em quinto, a 4,006s de Lowes.

P5 – Michael Ruben Rinaldi (Aruba.it Racing – Ducati): “Na verdade, senti o cheiro do pódio, ir para casa sem o troféu não é o que queria, mas  posso ficar satisfeito com a forma como respondemos a uma sexta má. Melhoramos a sensação, melhoramos o tempo e conseguimos liderar algumas voltas, o que não é mau. Mas para lutar contra os três primeiros, temos de estar a 100% em todos os pontos. Infelizmente, com as condições quentes, não pilotei confortável porque não conseguia parar a moto da maneira que queria. Agora fomos consistentes na corrida, mesmo que não esteja bem, só precisamos de um pequeno passo, mas acho que está mais perto do que se pensa.”

Vierge conquistou a sexta posição na Corrida 2 o seu melhor resultado desde Barcelona.

P6 – Xavi Vierge (Team HRC): “Foi um fim de semana muito bom para nós. Começamos a FP1 a lutar muito e não entendia como ir mais rápido, especialmente no setor 3 e 4, mas a equipa fez um trabalho incrível. Ajudou-me muito a melhorar a sentir a moto e a entender como ir rápido, cada vez que saímos, melhorávamos muito, especialmente depois da FP3. O plano era tentar ganhar alguns lugares na Tissot Superpole Race e isso ajudou-nos a estar um pouco mais perto da frente na corrida 2. Apanhei o Rinaldi e tentei ultrapassá-lo, mas ele era mais rápido que eu em algumas partes da pista. Era mais rápido em outras, mas não o suficiente para ultrapassá-lo. Foi uma boa corrida. Aprendi muito durante o fim de semana e foi bom para fazermos melhorias para o futuro.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui