Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK) – Confirma supremacia no regresso das férias, num fim de semana de sonho para os amantes das corridas

O MOTUL FIM Superbike World Championship regressou com grandes corridas depois das férias de verão este fim de semana  no Autódromo Internacional do Algarve (AIA),  para a 10ª corrida da temporada.

A pista do AIA em Portimão, também apelidada de montanha russa devido aos altos e baixos nos seus 4,5km de comprimento, sempre nos proporcionou grandes corridas e este fim-de-semana não foi diferente com batalhas incríveis, um resumo dos pontos altos:

Chaz Davies (Aruba.it Racing – Ducati)  encarou a Nolan Portuguese Round  com algumas dúvidas depois de sofrer duas lesões no ombro durante as férias de, como se não bastasse o galês foi depois de considerado apto para a corrida sofreu um assustador acidente durante o FP3.

Eugene Laverty (Milwaukee Aprilia) no Sábado começou por garantir  o seu primeiro Tissot Superpole em cinco anos, mas na corrida o sul irlandês sofreu na curva 3 o embate de  Xavi Fores (Barni Racing Team)  e ambos terminaram  a primeira corrida no chão.

Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team WorldSBK)  aproveitou e assumiu o controlo da corrida desde a primeira volta e conquistando a sua  sexta vitória em Portimão.

Na corrida dois, após uma incrível recuperação na primeira corrida – partiu do 14º da grelha para terminar em 4º lugar à beira do pódio,  Chaz Davies começou a Corrida Dois da pole e procurou regressar ao topo da tribuna.

Mas Jonathan Rea tinha outras ideias, e depois de o perseguir durante várias voltas, ultrapassou o galês e conseguiu uma dupla vitória em Portimão.

O Campeonato Mundial de Supersport da FIM sempre produz corridas emocionantes, mas ninguém estava preparado para o que foi trazido para a pista de Portimão. Primeiro , Sandro Cortese (Kallio Racing) e Jules Cluzel (NRT) sofreram uma queda na segunda volta, com o francês a ser forçado a abandonar sem culpa alguma. Em seguida, o líder da corrida Lucas Mahias (Equipe Oficial do WorldSSP da Yamaha GRT) sofreu um furo na última volta. O que aconteceu depois precisa ser visto para ser acreditado: pegar os destaques completos aqui.

Ana Carrasco (DS Junior Team) teve a oportunidade de fazer história e conquistar o seu primeiro titulo mundial FIM na classe Supersport 300 em Portimão, mas apesar da piloto espanhol  ter lutado bastante o título será apenas decidido dentro de duas semanas em Magny-Cours, depois da vitória impressionante de  Scott Deroue ( Motoport Kawasaki).

Sem dúvida que os mais de 50 125 espectadores presentes nas bancadas, deram por bem empregue o tempo dispensado no AIA e, já esperam ansiosamente pelas corridas do WorldSBK  no ano próximo ano.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.