foto: DAVID VAN´T WOUT

O 2º dia de acção do Gp de Inglaterra voltou a oferecer condições mistas para os pilotos e equipas. Miguel Oliveira não foi além da 23ª posição, sendo que esta fica marcada como a sua pior qualificação de sempre na categoria Moto2

O plano da equipa Red Bull KTM Ajo moto2 para o dia de hoje passava por dar muitas voltas na FP3, mas quando o piloto voltou para a pista, após a paragem prevista na linha de box, a chuva reapareceu e voltou a condicionar os planos previstos.

A qualificação disputada em piso misto, o que se converteu no maior adversário do piloto de Almada e onde o tudo ou nada é o melhor aliado da volta rápida, algo que o piloto preferiu não arriscar.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo):” Não percebi o quanto rápido poderia andar nas zonas molhadas da pista, nunca tive uma referência à minha frente que me servisse para ver o quanto podia arriscar nessas zonas e acabei por perder aí muito tempo. Apesar de me sentir bem e ter melhorado volta a volta não melhorei o suficiente e sinto-me pouco satisfeito por isso, mas há que manter a positividade. Amanhã teoricamente a corrida será em piso molhado e vamos recuperar o máximo de posições possíveis.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.